Ferramentas Pessoais

O que é o Grupo do Banco Mundial?

 

 
 

O Banco Mundial (BM) é um grupo de instituições financeiras cujo principal objectivo consiste em fomentar o crescimento económico e a cooperação à escala global contribuindo assim para a promoção do processo de desenvolvimento económico dos países em desenvolvimento membros dessas instituições.

O Grupo Banco Mundial, sediado em Washington, é constituído pelo Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), pela Associação Internacional de Desenvolvimento (AID), pela Sociedade Financeira Internacional (SFI), pela Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA) e pelo Centro Internacional para Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (ICSID). Ainda que formalmente independentes, estas são 5 instituições estreitamente relacionadas, cada uma delas desempenhando um papel distinto na luta contra a pobreza e melhoria das condições de vida das populações dos países em desenvolvimento.

Enquanto que a designação de Grupo Banco Mundial (GBM) se refere às cinco instituições, o termo Banco Mundial (BM) refere-se apenas ao BIRD e à IDA.

No final de 2006 o staff do Grupo Banco Mundial contava com cerca de 12.500 funcionários mais 1.000 consultores a tempo inteiro, provenientes de 172 nacionalidades que desenvolviam as suas actividades na sede da instituição em Washington e nos 167 escritórios espalhados pelo Mundo.

Clique aqui para informação adicional sobre os países membros. 

Clique aqui para descarregar a versão mais recente do relatório anual do Grupo do Banco Mundial.

 

BIRD

 

O BIRD, fundado em 1945 com o objectivo de ajudar à reconstrução da Europa, concentra a sua actuação presente na concessão de financiamento aos países beneficiários em condições mais favoráveis em relação aos mercados financeiros internacionais, com taxas concessionais e prazos de maturidade alargados, com vista à sustentabilidade financeira dos países em causa.

Uma parte significativa dos fundos do BIRD é originada nos mercados financeiros internacionais.

Actualmente o BIRD tem 185 países membros. Portugal é membro desde 1961.
 
O quadro que se segue apresenta os principais accionistas do BIRD, segundo o Relatório Anual de 2007.
 
Maiores Accionistas
Países
Poder de Voto (%)
EUA
16,38
Japão
7,86
Alemanha
4,49
França
4,30
Reino Unido
4,30
Fonte: Relatório Anual 2007
 

O principal órgão de decisão do Banco é o Conselho de Governadores o qual se reúne anualmente e é composto por um representante de cada país membro.

Os Governadores elegem 24 membros do Conselho de Administração (CA), que exercem a sua actividade na sede da Instituição por um período determinado. Reúnem-se de forma regular para supervisionar questões financeiras do Banco, aprovar o orçamento administrativo, bem como rever e aprovar todos os documentos de política no âmbito de empréstimos, investimentos em capital e assistência técnica.

O Presidente do Banco, de nacionalidade americana, tem como função gerir a Instituição e presidir ao Conselho de Administração., sendo coadjuvado nessa missão por quatro Directores Gerais e um Vice-Presidente Executivo.

Para mais informação, ver www.worldbank.org/ibrd
 

AID

A Associação Internacional de Desenvolvimento (AID), fundada em 1960, concede aos seus países-membros doações e empréstimos concessionais: taxas de juros bonificadas, com um período de graça de 10 anos e uma maturidade que varia entre os 35 e os 40 anos a países que não têm acesso aos mercados financeiros. A AID é um fundo reconstituído de 3 em 3 anos, financiado por contribuições dos governos dos países mais ricos. Em 2007 completou-se a 15ª reconstituição da AID de cerca de USD 41,6 mil milhões para o triénio 2009 a 2011.

Os 80 países-membros com acesso a fundos da AID obedecem aos seguintes 3 critérios:
 

-     Para o ano fiscal de 2008, PIB per capita inferior a USD 1,065 (valores de 2006).

-     Falta de capacidade creditícia para aceder a fundos junto dos mercados financeiros.

-     Boa performance de implementação de políticas que promovam o crescimento económico e a redução da pobreza.

Para mais informação, ver www.worldbank.org/ida

 

SFI

 

A Sociedade Financeira Internacional – SFI, criada em 1956, é o “braço privado” do Grupo do Banco Mundial e tem como clientes e parceiros das suas operações empresas do sector privado e não os governos, como é o caso do BM.

Actualmente com 179 países membros, tem como objectivo institucional facilitar o acesso ao crédito a regiões e países excluídos do mercado de capital privado e financiar programas em países considerados de risco elevado para investidores privados.

A SFI presta assistência aos países cliente através de:

a) produtos financeiros: participações de capital social de empresas dos países em desenvolvimento (equity), empréstimos de longo prazo no sector privado, produtos de financiamento estruturado e gestão de risco e financiamento de comércio e
b) prestação de serviços de assessoria a empresas e governos.
 

A SFI coloca também à disposição dos clientes:

 - garantia de risco político e monetário no país destinatário

- acesso a informações e experiência sobre mercados locais

- consultoria para a gestão dos impactos ambientais e sociais do projecto;

- assistência técnica nas áreas da corporate governance, ambiente e impacto social a todos os projectos ligados às suas operações. 

O total de créditos até 30 de Junho de 2006, somado à carteira de private equity da mesma data, é de 21,6 mil milhões de dólares.
 

.A SFI pode ser um excelente parceiro para empresas interessadas em investir em países em vias de desenvolvimento. Ver Oportunidades de Negócio e Financiamento através do Grupo Banco Mundial. (link para outra secção) ou consultar www.ifc.org 

 

MIGA

A Agência Multilateral de Garantia de Investimentos estimula a actividade de investimento nos países em desenvolvimento por meio de garantias contra riscos não comerciais e presta assistência técnica no campo das políticas de promoção e atracção de investimento estrangeiro para esses países. Contava no ano de 2007 com 171 países membros.

No ano fiscal que findou a 30 de Junho de 2007, a MIGA concedeu 1,4 mil milhões de dólares em garantias de investimento para 29 projectos em países em desenvolvimento.

Para mais informações, consultar http://www.miga.org

 

ICSDI

O Centro Internacional para Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (ICSID) é uma instituição internacional criada pela Convenção de Arbitragem de Disputas sobre Investimentos, em vigor desde 1966 e subscrita por 155 países. Criada com o objectivo de abolir as barreiras aos fluxos de investimentos privados internacionais interpostos por riscos não comerciais assim como pela ausência de métodos internacionais especializados para a arbitragem de disputas sobre investimentos. Através da sua acção e intervenção, o ICSDI espera contribuir para criar confiança recíproca entre governos e investidores estrangeiros.

Portugal participa na ICSID desde 1984.

Para mais informação. Consultar www.worldbank.org/icsid
 

Acções do Documento